segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

SELEÇÃO DE URUÇUCA 0 X 3 COLO-COLO



Neste domingo, 18, o Colo-Colo, de Ilhéus, não teve dificuldades em golear a equipe uruçuquense, no estádio Ferreirão. Os gols foram marcados por  Diego Ramos, Sidney e Jean.
A anormalidade da partida foram as expulsões de Seca e Pepeta, pela seleção de Uruçuca e Neilton, pelo Colo-Colo. A arbitragem este a cargo Reginaldo Santos, auxiliado por Alex Aranha, Walter Capado e Joilson Santos.
FICHA TÉCNICA:
SELEÇÃO DE URUÇUCA – Baggio (Wiliian), Seca, Clemilton (Fernando 2), Fernando, Bismarck; Juninho (Dudu), Ricardo Gomes (Manteiga), Alexandre (Dinei) e Marcone (Pepeta); Elvis e Romário.
Técnico: Moisés Alves
COLO-COLO – Waldson, Paulinho (Edvan), Michel, Joadson e Danilo; Leandro (Leo Natal), Marconi (Felipe),  Sidney e Jussimar (Jean); Diego Ramos e Ricardo Bismarck (Andrei).
Técnico: Duzinho
Heraldo Santana/Blog Água Preta

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

PRÉ-TEMPORADA DO COLO-COLO DE ILHÉUS, EM PLENA ASCENSÃO, EM URUÇUCA





Técnico Duzinho, em primeiro plano

Nesta segunda-feira, a equipe do Colo-Colo, de Ilhéus, preparando-se para o início do campeonato baiano da 1ª divisão, no mês de fevereiro, realizou treino tático, técnico e físico, no estádio Ferreirão. Contatado por nossa reportagem, o treinador Duzinho informou que possivelmente, no próximo domingo, 18, poderá realizar um amistoso/coletivo, com um combinado local ou uma equipe profissional.
O elenco da equipe ilheense está composto da seguinte direção técnica e jogadores:
Técnico: Duzinho
Preparador físico: Marailton
Preparador de goleiros: Fábio Freire
Gerente de Futebol: Ítalo Bittencourt
Massoterapeuta: Edson (Boca)
Mordomo: Tero
Goleiros: Waldiçon (Bahia, Feirense), Wagner (River-PI);
Laterais: Paulinho (Feirense Atlético de Alagoinhas), Danilo Sel. de Uruçuca), Neilton (Criciúma e Novo Horizonte);
Zagueiros:  Joadson (Atlético (PR) e Barueri (SP), Miguel (Serrano), Nildo (base Colo-Colo) e Fredson (Sel. de Uruçuca);
Meio-campo: Leandro (Feirense e Serrano), Marcone (Vitória e Serrano), Leo Natal (Atlético de Alagoinhas e Sel de Uruçuca), Gilcimar (Fortaleza e Rio Verde (GO), Filipe (River-PI) e Andrey (Base do Colo-Colo);
Atacantes: Xande Pires (Santos), Ricardo (River –PI) e Elias (Feirense).
De acordo com o técnico Duzinho, se depender do ânimo da rapaziada, o Colo-Colo poderá reeditar a campanha do campeão baiano de 2006. Os bons fluídos da cidade de Uruçuca, assim como foi no acesso a 1ª divisão, poderá trazer grandes alegrias, para os torcedores ilheenses e  da região.

Heraldo Santana/Blog Água Preta

Marta Suplicy e as ironias a vida

Por Eduardo Guimarães, no Blog da Cidadania:
Naquela tarde de 2003, cheguei ao Teatro que a Folha de São Paulo mantém incrustado no chiquérrimo shopping de “bacanas” em Higienópolis para participar, a convite do jornal, de um seminário qualquer. À porta do Teatro, encontro Eliane Cantanhêde conversando com o psicanalista-colunista da Folha de São Paulo, Contardo Caligaris.

Aproximei-me timidamente da colunista com quem trocava mensagens pela internet havia anos para comentar suas colunas então despidas do antipetismo que ela adotaria nos anos seguintes. Como já nos conhecíamos pessoalmente de outros eventos da Folha, entabulamos um dedo de prosa. Eliane escolheu o assunto: Marta Suplicy.

Marta, que a imprensa paulista apoiara efusivamente contra Paulo Maluf na eleição municipal de 2000 – diante da literal destruição da capital paulista durante seu governo e o de Celso Pitta –, caíra em desgraça junto à elite paulistana. Atualmente, era “Martaxa”, inimiga número um dos ricaços de São Paulo por ter lhes cobrado uns caraminguás a mais no carnê do IPTU.

Não me surpreendeu, portanto, que Eliane tenha começado o papo perguntando se eu ficara sabendo da última entre as muitas declarações folclóricas que Marta verteu ao longo de sua carreira política. A partir dali, tive uma certeza: a colunista odiava a então prefeita de São Paulo. Ao menos naquele momento – na política, amor e ódio são fluídos e mutantes.

Termos como “dondoca”, “fútil”, “destemperada”, “arrogante” etc. foram usados, decepcionando-me – eu, à época, acreditava que a Folha e seus colunistas eram diferentes do resto da mídia tucana porque o jornal permitia algum contraditório, enquanto que o Estadão, jornal que eu lia desde os 13 anos, simplesmente não permitia opiniões divergentes.

Vendo a raiva que Eliane demonstrava em relação à prefeita de São Paulo, fiquei incomodado. “Como ela poderá escrever corretamente sobre alguém de quem sente tanta raiva?”, perguntei-me.

Nos anos seguintes, a então colunista da Folha, hoje colunista do Estadão, iria se tornando uma das antipetistas mais virulentas do mercado de opinião paulista, conforme seu marido, um marqueteiro, fosse conseguindo contratos com o PSDB.

Eis que, no último sábado, vejo-me surpreendido com entrevista que Marta concedeu justamente a Eliane, quem, hoje, emprega seu antipetismo militante no jornal da família Mesquita, a qual, pelo menos, não é dissimulada como a família Frias, da Folha, ao não escamotear seu ódio ao PT.

Marta é uma mulher inteligente, apesar do temperamento. Sabia muito bem a quem estava dando munição contra o partido que a acolheu e lhe deu todo o espaço possível e imaginável. A entrevista que deu ao Estadão caberia na boca de qualquer tucano radical.

Endossou a tese mentirosa de que Lula poderia ter sido candidato a presidente neste ano, o que já ouvi dele, em conversa privada, que é a última coisa que faria, pois seria admissão de que errou na escolha de Dilma. E, não satisfeita, Marta ainda tratou de intrigar Lula com Dilma. Publicamente.

Talvez pelo tom de fofoca de sua entrevista Marta tenha escolhido uma jornalista que se notabilizou como fofoqueira política. Eliane Cantanhêde nunca passou de uma fofoqueira política que já foi até independente, mas que acabou se tornando fofoqueira política a serviço do PSDB.

Marta fez um bom governo em São Paulo? Fez, sim. Priorizou o social, assim como Luiza Erundina. Ambas só não fizeram mais porque sucederam prefeitos que destroçaram os cofres paulistas. Foram duas boas prefeitas. Ponto.

Contudo, politicamente Marta começa a trilhar o caminho de Erundina. A ambição apressada de ambas tornou-as coadjuvantes na política. Erundina e Marta foram destroçadas pela mídia paulista e depois foram bater às suas portas para atacar o PT, já que elas culpam o partido pelas inabilidades políticas delas mesmas.

Meu sinal de alerta com Marta acendeu na eleição de 2008, quando ela disputou a prefeitura de São Paulo com Gilberto Kassab. Em plena campanha eleitoral, saltei fora da candidatura dela quando cometeu um pecado imperdoável ao questionar a sexualidade do adversário em seu programa eleitoral. Um golpe tão baixo que até Maluf pensaria duas vezes antes de usar.

Comparo a entrevista de Marta ao Estadão como uma nova versão do “É casado? Tem filhos?”, que, desrespeitando a própria história e o eleitorado, essa senhora foi capaz de usar.

Em 2008, percebi do que a ex-prefeita seria capaz de fazer em prol de seu ego descomunal e de suas ambições políticas. Pelo visto, eu tinha razão. Procurar uma víbora como Cantanhêde e o jornal que tanto a massacrou durante seu governo para atacar seus companheiros de forma tão malévola, é indesculpável. Para mim, Marta se acabou.

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Duas Gracinhas de Uruçuca, uma encerra mandato e outra assume presidência de Câmara, em cidades distintas



Maria das Graças Rosa Santos (Gracinha de Uruçuca)

Maria das Graças Ferreira dos Santos Souza (Gracinha de Ilhabela)
Uma curiosidade descoberta pelo ex-vereador Luiz Cezar de Almeida, o popular Lula, veio a tona. Coincidentemente, uma encerrou o mandato e outra tomou posse. Maria das Graças Rosa Santos (Gracinha), assumiu a presidência da Câmara, em Uruçuca e Maria das Graças Ferreira dos Santos Souza (Gracinha), encerrou o mandato. em Ilhabela (SP). O detalhe da curiosidade é que ambas nasceram em Uruçuca. Vejam abaixo o perfil da nossa conterrânea de Ilhabela:

Nascida na cidade de Uruçuca, na Bahia, Maria das Graças Ferreira dos Santos Souza (Gracinha) é praticamente uma caiçara, pois veio morar em Ilhabela aos 14 anos. Hoje, aos 51, a vereadora que é casada, tem três filhos e oito netos é conhecida em todo o arquipélago pelos trabalhos sociais realizados em seu bairro (Itaquanduba), entre eles a Festa da Criança, que completa 25 anos em 2013 e também pelas ações da Pastoral da Criança, que ajudou a fundar em 1993.

Geralmente as pessoas entram na política para trabalhar pelo social, mas com Gracinha foi diferente: seu trabalho social é que a levou à política. A parlamentar chegou à presidência da Casa no primeiro biênio após dois mandatos como vereadora e oito anos fora da política, tempo que usou para aprimorar seus conhecimentos e formar-se em Gestão Pública. Como vereadora e presidente, Gracinha teve como principal meta o resgate da imagem do Legislativo, promovendo a moralização da Casa de Leis, além de desempenhar o papel fundamental do vereador, que é legislar pelo bem comum e fiscalizar os atos do Executivo. Para 2015, foi eleito presidente Adilton Rocha Ribeiro.
Heraldo Santana/Blog Água Preta

Piso salarial dos professores passa a ser de R$ 1.917

O Ministério da Educação (MEC) informou, há pouco, que o piso salarial do magistério terá aumento de 13,01%. Com o reajuste, o salário inicial passará para R$ 1.917,78 a partir deste mês. O cálculo está previsto na Lei do Piso (Lei 11.738/2008), que vincula o aumento ao percentual de crescimento do valor anual mínimo por aluno, referente aos anos iniciais do ensino fundamental urbano. O novo montante é relativo ao salário inicial dos professores de escola pública, com formação de nível médio e jornada de trabalho de 40 horas semanais. Segundo o MEC, nos últimos dias, o ministro da Educação, Cid Gomes, reuniu-se com representantes do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE). De acordo com a lei, a correção do piso reflete a variação ocorrida no valor anual mínimo por aluno, definido nacionalmente pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). O piso salarial subiu de R$ 950, em 2009, para R$ 1.024,67, em 2010, e R$ 1.187,14, em 2011, conforme números incluídos no site do MEC. Em 2012, o valor vigente era R$ 1.451. Em 2013, o piso passou para R$ 1.567 e em 2014 foi reajustado para R$ 1.697. O maior reajuste foi registrado em 2012, com 22,22%.

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Arqueólogos podem ter descoberto lugar onde Jesus Cristo foi julgado

Arqueólogos descobriram um sítio em Jerusalém onde teria se passado um dos momentos mais importantes do Novo Testamento: o julgamento de Jesus Cristo. Entre os sinais encontrados, além de inscrições deixadas por antigos presos nas paredes, estão fundações e um sistema de esgoto que os pesquisadores acreditam ser do palácio de Herodes, o rei da Judeia durante o domínio romano. “A prisão é uma grande parte do antigo quebra-cabeça de Jerusalém e mostra a história da cidade de forma única e clara”, disse Amit Re’em, arqueólogo que liderou a equipe na escavação, ao jornal americano Washington Post. Ainda existe debate sobre o local onde o julgamento teria ocorrido, devido a diferentes interpretações dos Evangelhos. Os textos descrevem que Jesus foi trazido diante de Pilatos no "praetorium", termo em Latim para a tenda do general em um acampamento romano. Alguns acreditam que esse lugar seria em um tipo de alojamento militar, enquanto outros creem que o general romano teria sido um convidado no palácio do rei Herodes.

Novos trilhos da Fiol chegam da Espanha para Ilhéus

Dois navios com trilhos da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) atracaram no Porto do Malhado, em Ilhéus. As embarcações vindas da Espanha trouxeram mais de 10 mil toneladas de equipamentos. Com a chegada desses novos carregamentos, as obras da Fiol, ao todo, já receberam, aproximadamente, 29 mil toneladas de trilhos, que estão armazenados e em processo de instalação. O novo secretário da Casa Civil da Bahia, Bruno Dauster, avaliou que a obras da ferrovia avançam. “A chegada de cada lote de trilhos mostra o progresso das obras da Ferrovia. A Fiol é uma obra de extrema importância para o Estado, e contribuirá significativamente na logística de comércio e transporte de cargas, o que viabiliza mais desenvolvimento para Bahia”, afirmou Dauster.
Fonte: Bahia Notícias

sábado, 3 de janeiro de 2015

Tigrão negocia com a CEF e faz pré-temporada em Uruçuca

Retornando a primeira divisão estadual, o Colo-Colo de Ilhéus quer voltar a brilhar no futebol baiano. Com pré-temporada organizada para a cidade de Uruçuca, o time auriazul espera fechar patrocínio com a Caixa Econômica Federal na disputa do Campeonato Baiano 2015, que tem início no dia 1º de fevereiro. “Temos mais de um mês tentando firmar esse acordo, mas não temos nada confirmado. Mas acredito que até a próxima semana podemos ter uma resolução sobre o caso” afirmou o presidente Walter Telles em entrevista ao Bahia Noticias, onde também confirmou a cidade de Uruçuca como local da pré-temporada do time da região do cacau. “Iremos apresentar oficialmente o elenco no dia 5 em Ilhéus e logo depois iremos para Uruçuca. Temos o apoio da prefeita Fernanda Silva e a cidade tem uma boa estrutura de gramado e instalações esportivas” completou. Ainda segundo o mandatário, a base do clube será a mesma que faturou o título da segunda divisão estadual em 2014, com algumas contratações pontuais sendo realizadas pela equipe comandada pelo treinador Fernando Dourado. O Colo-Colo estréia no Campeonato Baiano contra a Catuense no dia 1º de Fevereiro em loca ainda a ser definido. (Bahia Esporte)

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

MARCAS DO QUE SE FOI E MARCAS QUE VAMOS TER



Enquanto a maioria das prefeituras de nossa região vem sofrendo com a incompetência dos seus gestores públicos, Uruçuca, aqui na região cacaueira, vem se constituindo numa ilha de boa administração.
O zelo com a coisa pública é a marca dessa gestão, fato incomparável, nos últimos quarenta anos. O que se busca, no contexto cidadania, a administração Fernanda Silva tem trazido para melhorar a vida do povo, fomentando políticas públicas que estão fazendo a diferença neste governo. O trabalho que está sendo realizado nas estradas rurais é digno de aplauso por aquela população, que nunca viu um serviço tão qualificado. A construção de uma creche, para aproximadamente 300 crianças, foi uma grande conquista do secretário de educação, Fabrício Santos, além da recuperação de escolas rurais e construção de outras, mostrando excelência na condução daquela pasta. Uma das bandeiras de campanha está prestes a se realizar, que é a Casa de Parto de Uruçuca, que será construída na ampliação do Posto Médico Central. Também, uma boa e nova notícia, para saúde, trazida pela prefeita, neste final de ano, é uma emenda de 700 mil reais, oferecida pelo deputado federal Valmir Assunção, para aquisição de equipamentos para montagem de um laboratório de análises clínicas, dentro do citado posto, para uso da população. O DISEP, onde ficará o complexo policial, é uma conquista pessoal da prefeita, quando o governador eleito, Rui Costa, era chefe da Casa Civil do Estado. Uma das marcas deste governo é o respeito ao funcionalismo, com salários em dia. Ano novo com dinheiro no bolso.
No espaço de dois anos, jamais governante algum conseguiu realizar tantos trabalhos em prol da comunidade. Seria impossível, nominar aqui todos os feitos, mas a população tem sentido que, a prefeita tem trazido benefícios e o objetivo maior é buscar tudo aquilo que houver necessidade para o nosso município.
Estou escrevendo nesta oportunidade, de último dia do ano, para dizer que o governo de Fernanda Silva vem realizando tudo àquilo que sonhei que, um governante viesse a concretizar em nosso município, ou seja, governo de trabalho, que visa o bem estar da sociedade, sem perseguições e extremamente democrático.
Para finalizar, quero desejar a todos os meus amigos e leitores, um ano novo de grandes realizações, com muita saúde e paz.
Heraldo Santana/Blog Água Preta